Founder of Oyster Protocol arrested

Founder of Oyster Protocol arrested on charges of tax evasion

Amir Bruno Elmaani would have earned millions of dollars with his crypto-currency, then hiding the profits from the Inland Revenue through front men and shell companies.

Amir Bruno Elmaani, founder of the now defunct Oyster Protocol, was arrested on the basis of what the US Department of Justice describes as „a multimillion dollar tax evasion mechanism“.

On 9 December, the DoJ announced Cryptosoft that it had opened an investigation against Elmaani, also known as „Bruno Block“, accused of tax evasion. The document also reports other separate civil cases filed against Elmaani by the SEC: the man was arrested the same day.

The prosecution claims that the 28-year-old earned „millions of dollars“ by selling Oyster Pearl tokens, but did not report those gains to the IRS and used shell companies to cover his tracks with the IRS:

„Elmaani earned millions of dollars from the sale of a new cryptocurrency, but he evaded tax returns to the IRS, including by filing a false tax return, managing his business and owning assets under pseudonyms and shell companies, obtaining income through people he designated, and buying gold and cash.

Elmaani’s 2017 tax return stated that he earned only $15,000 that year, while his 2018 tax return reported no income. FBI Deputy Director William Sweeney noted that despite Elmaani’s „very low income declared by Elmaani in 2018, he still managed to spend over $10 million on yacht purchases.

Authorities believe that Elmaani kept gold bars in a safe on his yacht, and that he used large sums of cash to pay for personal expenses. The DoJ also claims that he spent more than $700,000 on the purchase of two houses.

Sweeney added: „After today’s arrest, he will no longer be sailing anywhere

The prosecution claims that Elmaani began promoting his Pearl tokens in September 2018, using his digital alias Bruno Block, claiming that the tokens would power an online data storage platform called Oyster Protocol.

Elmaani then launched an ICO through a shell company not associated with its real name, revealing that it would be responsible for a large percentage of the project’s tokens.

In June 2018, Elmaani said it would retain millions of tokens as „ownership share“, and that it would have to move them between its various wallets „to avoid double taxation“. However, the Department of Justice thinks differently:

„Elmaani used friends and relatives as candidates to receive the proceeds of the cryptocurrency: then he transferred them to his own accounts“.

Despite claiming that the project had a limited supply of tokens, according to the Elmaani government Elmaani would continue to issue them and then sell them short on exchanges: some platforms decided to suspend and remove Pearl in response to Elmaani’s actions. As a result, the value of the token plummeted and investors suffered substantial losses.

In November, Cointelegraph reported that a former Microsoft employee had been sentenced to nine years in prison for stealing $10 million in digital assets from his employer and then using cryptos to hide evidence of his illegal gains. The DoJ described the trial as „the first Bitcoin case in the United States that has a tax component.

O preço do bitcoin corre o risco de cair abaixo de $10.000 se este nível de suporte falhar

O preço da Bitcoin está em risco de cair abaixo dos 10.000 dólares se um nível de apoio crucial não se aguentar.

Como o preço do Bitcoin Era (BTC) não conseguiu quebrar o nível de resistência de 12.000 dólares, um retracement não foi uma surpresa. Nos últimos dias, o BTC/USD recuou para $11.400, uma correção de quase 10%.

Enquanto isso, ouro, prata e outras commodities também estão corrigindo devido a um leve ressalto do DXY, ou do Índice de Moeda do Dólar Americano.

Além disso, vários movimentos pesados como o Chainlink (LINK) e o Tezos (XTZ) também mostraram correções substanciais nos últimos dias. Este pode ser um momento para comprar o dip, ou estão iminentes mais revisões? Vamos examinar os gráficos.

Bitcoin rejeitado em $11.800 depois de quebrar na faixa

O preço da Bitcoin não podia forçar uma fuga acima do nível de resistência de 12.000 dólares, o que levou a uma queda de volta ao intervalo.

Como discutido no artigo anterior, a área de 12.000 dólares foi crucial para manter qualquer nova dinâmica ascendente. Não conseguiu sustentar este apoio, o que significa que se tornou provável um recuo.

Imediatamente após a quebra abaixo de 12.000 dólares, o preço do Bitcoin caiu para a área de apoio em 11.600 dólares. Este nível de 11.600 dólares resultou em um ligeiro salto em direção aos 11.800 dólares. No entanto, como mostra o gráfico, a área de 11.800 dólares foi então confirmada como um novo nível de resistência.

Tal reviravolta no suporte/resistência geralmente significa mais desvantagem já que os compradores não são fortes o suficiente para forçar o preço acima deste nível de resistência. Dada a fraqueza de tal movimento, mais níveis de apoio abaixo podem ser testados.

Isto é realmente o que aconteceu quando o BTC caiu em direção ao próximo nível de suporte, que é a zona verde, e o último obstáculo crucial antes de uma queda potencialmente rápida para $10.000.

Este nível chave de suporte deve conter

A divergência em baixa exige uma potencial inversão da tendência. No entanto, não é uma divergência de baixa confirmada, a menos que o mercado comece a fazer novos mínimos no horizonte temporal diário.

Como a recente baixa é encontrada em 11.200-11.300 dólares, o mercado precisa ficar acima da zona verde e recente baixa para uma chance de mais alta no curto prazo.

Se o preço do Bitcoin cai abaixo da zona verde, a próxima zona de suporte é encontrada em $9.600-10.000, e mais dor para os touros está no horizonte.

Há vários exemplos de divergências de bearish invalidadas encontradas nos últimos anos. Um deles é mostrado no gráfico (abril de 2019) e é semelhante à ação do preço atual.

A divergência potencial de baixa foi manchada nos gráficos também aqui. No entanto, nunca foi confirmada como a sua última baixa mantida como suporte. Dado que a estrutura permaneceu intacta (maiores baixas, maiores altas), o mercado continuou subindo mais alto com o Bitcoin se recuperando para $13.000.

A conclusão geral é que a atual ação de preços me lembra muito da ação de preços que o mercado viu em abril de 2019, e a história pode se repetir enquanto $11.200-11.400 se mantiverem.

O cenário de alta para Bitcoin

O cenário de alta depende do nível de suporte de 11.200-11.400 dólares, como mencionado anteriormente.

Desde que esta área mantenha o suporte e o Bitcoin recupere a área de 11.800 dólares como suporte ao invés de resistência, mais vantagem deve ser esperada.

Outras metas para a Bitcoin seriam então encontradas em $13.000. No entanto, a principal área de resistência depois de $12.000 é de $15.500-17.000. Em outras palavras, se $12.000 finalmente der, o mercado se tornará ainda mais alto do que antes.

O cenário de baixa para Bitcoin

Da mesma forma, o nível de apoio de 11.200-11.400 dólares também é crucial para os ursos. Se este nível for perdido na próxima semana, é provável que haja uma nova dinâmica descendente, particularmente em direção ao gap de futuros CME Bitcoin abertos em $9.7000, que também é um nível de apoio significativo.

No entanto, antes que isso possa acontecer, um potencial reteste dos $11.800-12.000 não deve ser uma surpresa. Nesse sentido, existem duas zonas cruciais para os touros e ursos.

Para os touros, a área de 11.200-11.400 dólares deve ser mantida, após o que o preço do Bitcoin precisa quebrar os 11.800-12.000 dólares.

Para os ursos, os 11.800-12.000 dólares devem manter-se como resistência, e a área de 11.200-11.400 dólares precisa de falhar como nível de suporte.